sábado, 9 de fevereiro de 2013

UM QUARTO DE HORA À BELÉM

O Belenenses entrou praticamente a perder (0-1 aos 5m), a nossa primeira parte foi fraquinha, os morcões mostraram qualidade, especialmente um gajo com o nº 28 e nome de mayonese, a arbitragem de João Capelas foi vergonhosa (6 cartões poupados ao fêcêpêbê), com o requinte do assistente do lado dos sócios a fazer gestos provocatórios,  temos jogadores muito desgastados, e aos 80m estávamos a pressionar,  mas a perder...
No entanto, o quarto de hora final, a lembrar o velho Belém, permitiu-nos dar a volta ao jogo:
Belenenses 2 - porto b, 1
Algumas opções de Van der Gaag pareceram estranhas mas resultaram, sobretudo quando arriscou tudo, trocando um defesa por um avançado. Este, Tiago Caeiro, entrou e bisou. Foi Tiago a marcar e Matt a parar...
Estamos quase, quase, quase de volta, o que me deixa satisfeito, ou melhor aliviado. Mas não estou orgulhoso. O meu orgulho só poderia ser em nós, adeptos, que não o temos merecido. A profissionais posso respeitar e estar grato - e a estes realmente estou - mas não mais isso. Há mais de 20 anos que realmente só aplaudo as camisolas, não a quem as veste.