domingo, 17 de novembro de 2013

ALGO VAI (MUITO) MAL NA FORMAÇÃO

É praticamente consensual que ter uma boa formação é essencial para o futuro do Belenenses - Clube e SAD.
Durante alguns anos de um passado recente (para não falar, pois, num passado distante, que no Belenenses foi sempre melhor), as nossas jovens equipas não só andavam nos lugares cimeiros (mesmo levando com benfica e sporting na sua série) e ofereceram ao plantel sénior vários jogadores de boas ou razoável qualidade: Gonçalo Brandão, Ruben Amorim, Rolando, Mano, André Almeida, Fredy, André Pires, Abel Camará,Tiago Silva, Fábio Sturgeon, etc. 
Além disso, o Belenenses estava regularmente representado nas selecções jovens dos vários escalões.
O presente, contudo, é bastante triste. Desaparecemos das convocatórias das Selecções. As equipas arrastam-se nos diversos campeonatos com resultados entre o sofrível e o calamitoso. "Toda a gente" nos ganha e ultrapassa e derrotas com goleadas tornaram-se habituais ou mesmo expectáveis. Vejamos o ponto da situação nos escalões de Juniores, Juvenis, Iniciados:
Juniores - Há 24 participantes distribuídos por duas zonas (12 equipas em cada, portanto). Apesar de alguma melhoria recente, estamos em 7º lugar na Zona Sul. Estamos a 8 pontos do lugar de qualificação (o 4º). Á nossa frente, temos equipas como o Oeiras e o União de Leiria. Temos 18 golos marcados e 19 sofridos.
Juvenis - Há 50 participantes, distribuídos por 5 zonas (10 equipas em cada). Estamos em 5º lugar na Série E. Qualificam-se os 2 primeiros - e o Belenenses já está a 9 pontos do 2º. Á nossa frente, estão o Estoril, o Oeiras, o Cova da Piedade e, embora com os mesmos pontos, o Vitória de Setúbal.
Iniciados - Há 69 participantes, divididos por 7 séries. Na nossa, estamos em 8ºlugar (!!!), atrás de equipas como o Sacavenense, o CAC Pontinha, o Oeiras, o Linda-a-Velha e o Estoril (estes dois, todavia, com a mesma pontuação que nós). Temos um saldo de 14-28 em golos!!!
Esta época houve diversas mudanças. Não percebemos os critérios mas uma coisa é certa e factual: a mudança foi para pior...
É preciso inverter completamente a situação.